• Morada

    Rua do Centro Social, 58
    4709-007 Ruílhe
    Braga, Portugal

  • Contactos

    Contactos
    T: 253 951 132
    T: 253 951 175

  •    
60 anos do Centro Social Padre David de Oliveira Martins

60 anos do Centro Social Padre David de Oliveira Martins

O Centro Social Padre David de Oliveira Martins celebra 60 anos de existência. Esta obra, que nasceu com a sopa dos pobres, foi fundada pelo Padre David em 26 de novembro de 1958. Nascemos de um sonho, de um desejo profundo de espalhar o bem, de fazer mais e melhor. Nascemos do inconformismo, da vontade de fazer a diferença num tempo de tantas privações. Nascemos e crescemos assim. Com a certeza de que este é o caminho que nos faz sentir e nos faz sentido, fomos arregaçando as mangas e trilhando o nosso percurso. Devagar, a custo, com alguns recuos, mas evoluindo sempre. Somos hoje, 60 anos depois, uma obra de referência no país, uma obra na vanguarda do bom serviço social. Somos o exemplo de que se pode fazer das fraquezas forças e marcar a diferença. Esta resiliência que nos acompanha, que faz parte de nós, explica-se facilmente: queremos apenas fazer o melhor por cada pessoa que recebemos, bebé, criança, adolescente, idoso. Todos têm rosto e nome, todos são diferentes e especiais. Todos. Queremos fazer brotar sorrisos fáceis, queremos cuidar, queremos acarinhar e queremos marcar a diferença positiva em todos quantos por nós passam.

A Nossa Casa de Acolhimento, a valência mais antiga, começou como um Lar de Orfandade. Passou por muitas mudanças e muitas transformações, não apenas no nome mas principalmente na forma de atuar, no modo de acolher. Os tempos mudaram, somos uma Casa de Acolhimento para crianças e jovens em risco, apostamos no apoio técnico, educativo, social, psicológico, terapêutico, e não descuramos esse trabalho seguindo todas as recomendações e orientações para o efeito. Mas, no fundo, na nossa génese, continuamos a ter muito do saudoso Padre David: um desejo profundo de fazer o bem, de fazer mais e melhor. Por isso, recebemos sempre, ontem e hoje, de braços bem abertos todos os que de nós precisam. Está na nossa natureza.

Um enorme bem-haja a todos quantos caminharam connosco nestes 60 anos de existência.

Carla Filipa Amorim, diretora técnica da casa de acolhimento

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este Website usa cookies para poder oferecer toda a melhor experiência online. Ao usar este Website concorda com o uso de cookies.