• Morada

    Rua do Centro Social, 58
    4709-007 Ruílhe
    Braga, Portugal

  • Contactos

    Contactos
    T: 253 951 132
    T: 253 951 175

  •    
A natureza também tem direitos

A natureza também tem direitos

 

Depois de uma longa caminhada escolar, e no sentido de fecharmos o nosso plano de atividades em grande, realizamos uma semana teatral sobre a temática ambiental onde a nossa criatividade e engenho teve oportunidade de brilhar.

Iniciámos a semana com a visualização de um documentário sobre as alterações climáticas, suas consequências, mudanças, e propostas de alteração. Para uma melhor assimilação de conteúdos, dividimos o nosso grupo de crianças e jovens em dois, o grupo dos 6 aos 12 anos e o grupo dos 12 anos em diante. Cada um deles visualizou um documentário apropriado à sua faixa etária. No final, os dois grupos reuniram-se para fazer uma nuvem de ideias sobre os dois documentários visualizados e a partir daí formar algumas ideias para o guião. No final desta reunião ficaram definidos os grupos de trabalho que foram distribuídos da seguinte forma: grupo do guião- responsável pela criação da história, grupo do cenário- responsável pela elaboração do cenário e adereços, grupo da encenação- responsável pela apresentação teatral e o grupo musical- responsável pela elaboração da letra e música para o teatro. Com todas as tarefas distribuídas pusemos mãos à obra e demos largas à nossa imaginação. No decorrer da semana todas as crianças e jovens demonstraram uma grande cooperação, entreajuda e espirito de equipa. Fortaleceram os laços de amizade e companheirismo entre todos.

Chegado o grande dia, e para enaltecer a apresentação deste teatro tivemos a honra de ter presente um júri cá da Casa e um convidado muito especial, o músico Mickael Akordeon. A apoiar as nossas crianças e jovens estiveram as equipas de trabalho da Casa de Acolhimento.

A apresentação ficou a cargo de dois jovens muito dinâmicos, que se esmeraram na tarefa e estiveram à altura do acontecimento. Após as pequenas peças apresentadas, coube ao júri o papel da atribuição de prémios por categorias: melhor ator e atriz principal, melhor ator e atriz secundária, melhor guião, melhor cenário, melhor música e prémio revelação.

Todas as crianças e jovens foram verdadeiros vencedores, pois tiveram um papel ativo e muito importante ao longo desta semana, estiveram empenhados e demonstraram serem capazes de se superar. Com a dedicação, motivação e trabalho em equipa transformaram as pequenas ideias em grandes realizações.

“É preciso exigir de cada um o que cada um pode dar.” (Antoine de Saint-Exupéry)

 

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este Website usa cookies para poder oferecer toda a melhor experiência online. Ao usar este Website concorda com o uso de cookies.